Páginas

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Funarte lança três editais de música erudita


É a chance, respectivamente, para 1. a Sinfônica do Recife adquirir instrumentos, 2. grupos de câmara locais fazerem concertos didáticos e 3. compositores pernambucanos visarem à próxima Bienal de Música.  Confiram os editais.

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Cecília e Fred Lyra apresentam trabalhos acadêmicos no Porto


Foto: do Facebook.
Nos dias 26 e 27 de fevereiro, Cecília Pires e Fred Lyra apresentarão trabalhos num congresso de musicologia no Porto, em Portugal. Cecília submeteu um artigo sobre as relações e influências da música armorial no grupo SaGrama e Fred mostrará algumas análises de músicas e escritos de Steve Coleman. Os trabalhos serão posteriormente publicados nos anais do congresso.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Arranjos localizados + stand by

Foto: Site da Fundaj
Estranhei quando estive na Biblioteca da Fundação Joaquim Nabuco e encontrei apenas uma partitura de Clóvis Pereira. Ao conversar com o compositor, posteriormente, ele disse que colaborou para a organização de todos os arranjos da antiga Rádio Jornal, de cuja orquestra ele fora maestro, e que as partituras estavam organizadas por caixas e agrupadas segundo seus arranjadores.

Liguei então pra Fundaj, pro arquivo de partituras (no quinto andar da Biblioteca Blanche Knopf), e relatei o caso para uma funcionária que eu não havia conhecido de outra vez, a sra. Elizabeth Carneiro. Ela me confirmou a participação de Clóvis Pereira na organização do acervo herdado da rádio e me forneceu a listagem especificamente dos arranjos dele.

São, surpreendentemente, mais de 400 arranjos - num cálculo grosseiro, à primeira vista - distribuídos em 19 caixas. Isso fora as partituras arranjados por outros músicos, como Guerra-Peixe, cujas listas eu não pedi. Um achado ao alcance de todos.

PS.: Vou reduzir ao máximo minhas atividades no blog, como já se pode ver. Estou cuidando do catálogo de Clóvis Pereira e estudando para concursos públicos. Talvez até do Facebook eu me afaste uns dias.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Jorge Antunes resgata gravações de obras desaparecidas de Villa-Lobos

Foto: Google Imagens.
A Association for Recorded Sound Collections concedeu o ARSC GRANT 2014 ao compositor Jorge Antunes. O prêmio concedido visa a apoiar e prestigiar a pesquisa intitulada Recordings of Villa-Lobos in steel wire and paper tapes from years 1940-1950, desenvolvida por Antunes.

O músico e pesquisador descreve seu projeto, historiando a epopeia vivida por ele para a conservação de um material raro e precioso por ele descoberto:

"Logo após o golpe militar de março de 1964, os militares fecharam a UNE (União Nacional dos Estudantes). O edifício histórico da Praia do Flamengo 132, no Rio de Janeiro, foi fechado. Em 1967, o Conservatório Nacional de Canto Orfeônico (CNCO), que tinha sido fundado por Villa-Lobos em 1942, foi transferido para o antigo edifício da UNE. No mesmo ano fui nomeado professor do IVL. No IVL eu encontrei importante material: sete fitas magnéticas de papel em carretéis de ferro e uma bobina de fio de aço, com gravações sonoras da época de Villa-Lobos (1940-1950).

"Num domingo eu estava com um aluno, no IVL, trabalhando no estúdio, quando os grandes portões do prédio começaram a balançar ruidosamente. Milhares de estudantes, em passeata, queriam invadir o prédio. Eu e o estudante imediatamente resolvemos pular o muro dos fundos, carregando o que de mais valioso havia no estúdio: gravações históricas e preciosas, fitas magnéticas de papel e uma bobina de fio magnético de aço.

"Seis meses depois, em dezembro de 1968, foi promulgado o AI-5 e eu fui demitido do IVL. Anos mais tarde a ditadura militar invadiu o prédio da UNE, destruindo acervos e bens do IVL. Em 1980 o prédio foi implodido e derrubado. São as oito raras gravações sonoras que, agora, vou recuperar e digitalizar, graças ao prêmio que me é concedido pela ARSC (Association for Recorded Sound Collections): as fitas de papel contêm gravações de palestras de Villa-Lobos, seus discursos para receber visitantes, e ensaios do coro dirigido pelo compositor.

"O rolo de fio de aço contém duas obras desaparecidas de Villa-Lobos: Fantasia (1909) e Mazurka (1901). A identificação do conteúdo dessas gravações é possível, pela observação das anotações feitas a lápis nos respectivos estojos."

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Nova diretoria da Academia Brasileira de Música


Presidente – André Cardoso
Vice-presidente – João Guilherme Ripper
1º Secretário – Ernani Aguiar
2º Secretário – Manoel Corrêa do Lago
1º Tesoureiro – Turíbio Santos
2º Tesoureiro – Ricardo Tacuchian

Comissão de Contas:

Titulares: Manuel Veiga, Raul do Valle e Ronaldo Miranda
Suplentes: Ilza Nogueira, Maria Alice Volpe e Lutero Rodrigues

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

101 livros gratuitos para artistas e produtores

A compilação de texto é do potiguar Cláudio Machado, que me contou via e-mail sobre o lançamento - ele está fazendo o mesmo curso que eu, de Gestão Cultural, patrocinado pelo MinC e produzido pelo Senac DF. Confira o link para download.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Simone Stella no Brasil, em agosto

O organista e cravista italiano Simone Stella fará recital para órgão solo dia 29 de agosto, no Rio de Janeiro. Segundo o coralista Alysson Dinoá, aqui do Recife, Simone planeja passar alguns dias na capital e está à disposição para realizar um recital na cidade - para cravo ou órgão. Interessados podem contactá-lo pelo seu site.