Páginas

quarta-feira, 19 de março de 2014

Mudança de domínio

Caros visitantes,

Nas próximas semanas estarei concluindo uma reengenharia nas minhas redes sociais e isso inclui desde já a migração das postagens do Audições Brasileiras para meu blog pessoal, que não se restringirá apenas à música clássica. Quem acessar a URL antiga já vai ser encaminhado a meu endereço novo. Estejam atentos.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Maestro Marlos Nobre divulga temporada 2014 da OSR

Foto: Andrea Rêgo Barros/PCR. Divulgação.
O maestro Marlos Nobre divulgou semana passada no Facebook as datas dos concertos da Orquestra Sinfônica do Recife para o ano de 2014.

A primeira apresentação será no dia 26 de março, às 20 horas, no Teatro de Santa Isabel (com entrada sempre franca), e terá no programa a Sinfonia nº 1 em dó maior, Op. 21 de Beethoven, que iniciará a integral das nove sinfonias do compositor alemão prevista para este ano. Constará do concerto, ainda, a abertura de A flauta mágica de Mozart e a Passacaglia, Opus 84, do próprio Marlos Nobre.

Os demais concertos da OSR ocorrerão nos dias 30 de abril, 28 de maio, 18 de junho, 23 de julho, 27 de agosto, 24 de setembro, 29 de outubro, 30 de novembro (excepcionalmente, um domingo) e 17 de dezembro (voltando à quarta-feira).

Marlos Nobre anunciou também que haverá uma série de música de câmara no Salão Nobre do Teatro de Santa Isabel e concertos populares, "provavelmente no Dona Lindu", eventos que serão divulgados posteriormente.

sábado, 8 de março de 2014

Mulheres para se ouvir neste 08 de março

Saint Hildegard of Bingen

Escolha uma delas para descobrir seu (o delas) universo musical:
  • Santa Hildegarda de Bingen, Doutora da Igreja
  • Galina Ustvolskaya
  • Jane O'Leary
  • Lili Boulanger
  • Marisa Rezende
  • Diana Burrell
  • Kaija Saariaho
  • Sofia Gubaidulina
  • Thea Musgrave
  • Jocy de Oliveira

sexta-feira, 7 de março de 2014

Feel pretty - Feliz Dia Internacional da Mulher

Sempre gosto de recomendar essa música no dia 08 de março, I feel pretty. É uma canção que faz parte do musical da Broadway mais memorável de todos os tempos (West Side Story ou, no Brasil, Amor, Sublime Amor) e tem a peculiaridade de possuir uma letra que não pode ser adaptada para que um homem possa cantá-la. É uma canção feminina, que expressa desejos femininos, estados de alegria femininos, idiossincrasias femininas. Por isso, é através dela que cumprimento todas as visitantes deste blog.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Feliz 06 de Março - Dia da Insurreição Pernambucana


Paranã-buku
Pernambukalos, pankararú
Pernambukalos, morte e mar
Cruz de pau, foice e fel
Mar que arrebenta

Pernambukalos, Armando Lôbo

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Funarte lança três editais de música erudita


É a chance, respectivamente, para 1. a Sinfônica do Recife adquirir instrumentos, 2. grupos de câmara locais fazerem concertos didáticos e 3. compositores pernambucanos visarem à próxima Bienal de Música.  Confiram os editais.

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Cecília e Fred Lyra apresentam trabalhos acadêmicos no Porto


Foto: do Facebook.
Nos dias 26 e 27 de fevereiro, Cecília Pires e Fred Lyra apresentarão trabalhos num congresso de musicologia no Porto, em Portugal. Cecília submeteu um artigo sobre as relações e influências da música armorial no grupo SaGrama e Fred mostrará algumas análises de músicas e escritos de Steve Coleman. Os trabalhos serão posteriormente publicados nos anais do congresso.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Arranjos localizados + stand by

Foto: Site da Fundaj
Estranhei quando estive na Biblioteca da Fundação Joaquim Nabuco e encontrei apenas uma partitura de Clóvis Pereira. Ao conversar com o compositor, posteriormente, ele disse que colaborou para a organização de todos os arranjos da antiga Rádio Jornal, de cuja orquestra ele fora maestro, e que as partituras estavam organizadas por caixas e agrupadas segundo seus arranjadores.

Liguei então pra Fundaj, pro arquivo de partituras (no quinto andar da Biblioteca Blanche Knopf), e relatei o caso para uma funcionária que eu não havia conhecido de outra vez, a sra. Elizabeth Carneiro. Ela me confirmou a participação de Clóvis Pereira na organização do acervo herdado da rádio e me forneceu a listagem especificamente dos arranjos dele.

São, surpreendentemente, mais de 400 arranjos - num cálculo grosseiro, à primeira vista - distribuídos em 19 caixas. Isso fora as partituras arranjados por outros músicos, como Guerra-Peixe, cujas listas eu não pedi. Um achado ao alcance de todos.

PS.: Vou reduzir ao máximo minhas atividades no blog, como já se pode ver. Estou cuidando do catálogo de Clóvis Pereira e estudando para concursos públicos. Talvez até do Facebook eu me afaste uns dias.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Jorge Antunes resgata gravações de obras desaparecidas de Villa-Lobos

Foto: Google Imagens.
A Association for Recorded Sound Collections concedeu o ARSC GRANT 2014 ao compositor Jorge Antunes. O prêmio concedido visa a apoiar e prestigiar a pesquisa intitulada Recordings of Villa-Lobos in steel wire and paper tapes from years 1940-1950, desenvolvida por Antunes.

O músico e pesquisador descreve seu projeto, historiando a epopeia vivida por ele para a conservação de um material raro e precioso por ele descoberto:

"Logo após o golpe militar de março de 1964, os militares fecharam a UNE (União Nacional dos Estudantes). O edifício histórico da Praia do Flamengo 132, no Rio de Janeiro, foi fechado. Em 1967, o Conservatório Nacional de Canto Orfeônico (CNCO), que tinha sido fundado por Villa-Lobos em 1942, foi transferido para o antigo edifício da UNE. No mesmo ano fui nomeado professor do IVL. No IVL eu encontrei importante material: sete fitas magnéticas de papel em carretéis de ferro e uma bobina de fio de aço, com gravações sonoras da época de Villa-Lobos (1940-1950).

"Num domingo eu estava com um aluno, no IVL, trabalhando no estúdio, quando os grandes portões do prédio começaram a balançar ruidosamente. Milhares de estudantes, em passeata, queriam invadir o prédio. Eu e o estudante imediatamente resolvemos pular o muro dos fundos, carregando o que de mais valioso havia no estúdio: gravações históricas e preciosas, fitas magnéticas de papel e uma bobina de fio magnético de aço.

"Seis meses depois, em dezembro de 1968, foi promulgado o AI-5 e eu fui demitido do IVL. Anos mais tarde a ditadura militar invadiu o prédio da UNE, destruindo acervos e bens do IVL. Em 1980 o prédio foi implodido e derrubado. São as oito raras gravações sonoras que, agora, vou recuperar e digitalizar, graças ao prêmio que me é concedido pela ARSC (Association for Recorded Sound Collections): as fitas de papel contêm gravações de palestras de Villa-Lobos, seus discursos para receber visitantes, e ensaios do coro dirigido pelo compositor.

"O rolo de fio de aço contém duas obras desaparecidas de Villa-Lobos: Fantasia (1909) e Mazurka (1901). A identificação do conteúdo dessas gravações é possível, pela observação das anotações feitas a lápis nos respectivos estojos."

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Nova diretoria da Academia Brasileira de Música


Presidente – André Cardoso
Vice-presidente – João Guilherme Ripper
1º Secretário – Ernani Aguiar
2º Secretário – Manoel Corrêa do Lago
1º Tesoureiro – Turíbio Santos
2º Tesoureiro – Ricardo Tacuchian

Comissão de Contas:

Titulares: Manuel Veiga, Raul do Valle e Ronaldo Miranda
Suplentes: Ilza Nogueira, Maria Alice Volpe e Lutero Rodrigues